Gestão do cabeamento, não tente adivinhar, seja eficiente e assertivo...


Quem nunca se deparou com uma infraestrutura física sem documentação atualizada ou inexistente? Quem já passou por essa experiência concorda que é muito improdutivo resolver problemas de rede quando não se tem noção de como ela está e onde verificar.


Hoje você entra no seu carro, digita o endereço no seu GPS e começa a sua viajem sem se preocupar, você sabe qual é o caminho que terá de percorrer, qual será o tempo provável e onde o trânsito está mais moroso. Não importa o quanto seja difícil e complicado a viagem ou o local que você deve ir, o GPS vai leva-lo o mais rápido possível ao seu destino. Por outro lado, navegar na rede de sua empresa sem um “GPS”, é a mesma coisa que estar perdido na cidade. Por tentativa e erro, testando aqui ou ali, perguntando à terceiros e utilizando mapas desatualizados você pode até chegar lá, mas quanto tempo vai demorar e a que custo?


Em termos práticos, ficamos no “escuro”, sem saber onde se localiza o distribuidor; qual é a rota dos backbones; a qual switch de acesso está ligado ao ponto do usuário e outros pequenos problemas da camada física que se tornam grandes problemas por falta de uma solução ou processo automático que mantenha a documentação do cabeamento “viva”, eficaz e disponível.


Os profissionais antigos, que conhecem a rede de ponta a ponta, talvez não percebam a importância de uma ferramenta de gestão que mantenha o mapeamento e informações atualizadas, provavelmente porque a sua experiência e conhecimentos naquele ambiente lhes permitam dar pronta resposta aos problemas cotidianos. Mas, sem perceberem, o efeito colateral dessa mentalidade faz com que toda a ação de troubleshooting de rede fique dependente da informação daquele funcionário. Isso, de alguma forma, limita a produtividade da equipe.( Trechos extraídos do Artigo da revista RTI Fevereiro 2017 - Ano XVIII - No 201).


Pessoas trocam de locais, área são reestruturadas, equipamentos são trocados ou atualizados, mas como fazer uma gestão eficiente com controles e registros manuais e desatualizados? Este é o verdadeiro dilema da gestão do cabeamento. Independentemente se a gestão é centralizada ou descentralizada, com equipe própria ou terceirizada, a única certeza que o gestor tem é que tudo muda e ele não tem a certeza de como isso acontece e qual é a disponibilidade real da sua infraestrutura.


Para acabar com a falta de informação atualizada e com as idas e vindas realizadas na tentativa de levantar dados do cabeamento o ideal seria substituir as planilhas, memorias de terceiros e controles manuais por solução que tenha a capacidade de controlar automaticamente todas as movimentação, adições e atualizações que acontecem no cabeamento.


Mas em quanto o seu orçamento não permite, uma boa prática é adotar a norma EIA/TIA 606-A ou a norma brasileira NBR 14565 como guia. Não precisa adotar todos os procedimentos de uma só vez, isso seria impossível e tomaria muito tempo da sua equipe. Comece revisando a política de identificação dos componentes, veja se está uniformizada e se todos os pontos estão identificados corretamente.


Garanto, que com essa pequena mudança a produtividade da equipe aumentará, o tempo de intervenção será reduzido e os usuários ficaram mais satisfeitos.


Antes de encerrar, mais uma dica: use identificação simples, curta e única para toda a empresa, independentemente se a estrutura for centralizada ou não, isso facilitará a implantação de um aplicativo de gestão no futuro.


A ideia desse post é começar uma discurso para o reconhecimento da área de gestão e manutenção do cabeamento como um setor vital na gestão. A perda dessa posição ocorreu devido a robustez e a capacidade dessa estrutura de resistir a todos os intemperes a que são submetidas e causar poucas paradas ou danos para a continuidade das atividades dos usuários.


Por favor deixe a sua opinião, ela vai enriquecer nosso debate e fortalecer a gestão do cabeamento, obrigado.


Luiz Fernando da Rocha

LINKS
Sobre

cableware@cableware.com.br

www.cableware.com.br

Tel: (11) 3853-4066

Rua João Pereira Pantaleão, 83, São Paulo, SP, Brasil

SOCIAL
  • Black LinkedIn Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon